9º ENEDS - Encontro Nacional de Engenharia e Desenvolvimento Social

7º ENEDS - Troca de Saberes entre os Vales e o Brasil

O VII Encontro Nacional de Engenharia e Desenvolvimento Social (ENEDS) aconteceu nos dias 23 e 24 de setembro de 2010 na Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri, campus do Mucuri, sendo sua organização composta por estudantes do curso de Bacharelado em Ciência e Tecnologia. O tema dessa edição do encontro, “Troca de Saberes entre os Vales e o Brasil”, propôs o intercambio de conhecimentos e cultural, entre a região onde o evento aconteceu e o restante do país.

A realização do evento na cidade de Teófilo Otoni apresentou como objetivo debater conceitos e práticas de tecnologias sociais e também ampliar a visão do engenheiro no exercício profissional para o desenvolvimento de uma economia social e solidária.

O evento pautou questões de relevância para a região dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri. As mesas de debate trataram de temas como a interiorização das universidades, garimpo, barragens, agricultura familiar e economia solidária, possibilitando uma “conversa” com o restante do país, pois esses também são temas de relevância nacional.

Em 23 de setembro de 2010 a mesa de abertura do evento tratou do tema “Interiorização das Universidades: Engenharia e desenvolvimento Local”, constituída pelo prof. Leonel Pinheiro, coordenador do Grupo de Extensão e Pesquisa em Agricultura Familiar (GEPAF) da UFVJM, pelo prof. Alessandro Azevedo da Universidade Federal do Rio Grande do Norte e por Vicente Nepomuceno, professor do Centro de Formação Tecnológica (CEFET) de Niterói.  Foram levantadas questões sobre a expansão das universidades, tais como a consideração das especificidades locais quando dessa expansão, a influência da sua implantação para a população da região, o “por quê?”, “para quê?” e “para quem?” da criação dessas universidades, e ainda, a situação do REUNI.

A segunda parte das atividades do primeiro dia de evento contou com a apresentação dos artigos e grupos de discussão divididos em cinco áreas temáticas que aconteceram paralelamente, com os seguintes temas:

– Educação;

– Universidade e Sociedade;

– Teoria e Prática da Economia Solidária;

– Políticas Públicas de Economia Solidária;

– Políticas Públicas.

O segundo dia do VII ENEDS iniciou-se com a mesa de discussão “Garimpando os Vales: Esperança para muitos, riqueza para poucos”, que contou com a presença de Marlene Grade, professora doutora da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), Tarcísio Magno do S.O.S. Diamantina e de Rossandro Ramos da Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP) como palestrantes. O enfoque temático foi o modo de produção atual, o capitalista, que já dá sinais de degeneração, devendo ser superado em breve, e, principalmente a realidade do garimpo na cidade de Diamantina. Tendo sido Diamantina a maior produtora de diamante do mundo, hoje temos em nível nacional apenas 0,5% dessa produção. Mas mesmo sendo produzida tanta riqueza, a cidade não herdou nem 1% do que lhe foi extraído. Fazendo uma analise das condições de trabalho do garimpeiro, não foi percebida nenhuma mudança desde o ano de 1728. A população garimpeira de hoje, igualmente a do século XVIII, não busca no garimpo somente o sustento de sua família, mas também o sonho de ficar rica. Para que se encontre soluções para alguns dos problemas dos mineradores é preciso que se leve até eles a capacitação, o conhecimento.

A terceira mesa do evento abordou o tema “Barragens, hidrelétricas e conflitos territoriais” e foi composta por Paulo Tarso, do Movimento dos Atingidos por Barragem (MAB), Wendell Ficher, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e Arsênio Oswaldo Sevá (UNICAMP). Foram discutidas questões como as problemáticas ambientais causados pela construção de barragens e hidrelétricas, o que se deve observar e levar em conta na construção das mesmas, conceito técnico e sociológico da energia. Fases de construções, suas estruturas (divisões) e os materiais utilizados na construção de uma Hidrelétrica, também foi temas levantados durante a mesa.

“Economia Solidária e Agricultura Familiar: Outras maneiras de se produzir, consumir e distribuir” foi o tema da última mesa de discussão do Encontro. Antônio Barros (GEPAF/UFVJM), Francisco Lima da UFMG, Daniel Sucupira, secretário de Agricultura do município de Teófilo Otoni e Joana Louback da Associação Aprender a Produzir Juntos (APJ) compuseram a mesma. A mesa de discussão 4 abordou a temática da agricultura familiar e a sua relação com o modo de produção capitalista atual. Nas regiões dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri esta atividade é geralmente vinculada à Igreja e apesar de possuir grande potencial, muita agricultores da região estão endividados e não conseguem se auto-financiar. Em âmbito geral, apesar da falta de incentivos governamentais, a agricultura familiar é grande protetora da biodiversidade, principalmente nas áreas mais impactadas.

Imprimir PDF

Voltar para o topo

Copyright © ENEDS 2012 - Encontro Nacional de Engenharia e Desenvolvimento Social 2017

Template by Joomla Templates & Szablony Joomla.